Imprimir
PDF
23 Jan 2018

A Tendência de Cores de 2013

Escrito por Agata Yamashiro.

Quando a Pantone anunciou para o mundo qual cor de 2013, eu vou ser sincera: Achei graça.
Até então – e perdoem minha ignorância e pensamento limitado – achava que isso se aplicava a moda. Nunca tinha parado para pensar sobre outros aspectos, até agora.

 

 

Em parte se deve por que sempre ouvimos ou lemos que “as cores que serão tendência da moda são” ou “as cores que serão tendência para interiores são” ou “as cores da estação são…”.

Como estudante de design gráfico, me lembro da “regra”: saiba o significado das cores, conheça o produto, o público alvo e a empresa para aplicar corretamente a(s) cor(es).

O conjunto de valores empregados – que é o que gera o design – é que vende o produto ou o conceito, mas basta uma coisa que cause estranhamento e pronto… A aplicação da cor (ou não ~depende do material~) faz parte desses valores.

E pensando bem, sabemos que as cores dizem algo ao nosso respeito ou estado de espírito. Além disso, indicam qual o tipo de produto. Se não fosse assim não pensaríamos antes em escolher cores para determinados produtos. Poderíamos colocar uma cor qualquer ou “não usar” cor. Imaginam um pote de ketchup na cor azul?

O mercado do design é amplo.

Temos produtos (cosméticos, eletros, carros, móveis, sapatos, utensílios e assim por diante), embalagens, moda, interiores, além de outras áreas que estão muito próximas como artes plásticas, pintura, ilustração. Temos vários profissionais do design que criam padronagens e trabalham com estamparia – indústria têxtil. Não deveria ter parecido “engraçado”.

A parte que chama atenção é que moda e design caminham lado a lado. 2012 foi um ano em que muito se falou em vintage e retrô. Vimos isso na moda, nos eletrodomésticos e nos impressos (cartões, posters…) e não só o estilo, mas as cores.

 

 

Olha só as cores indicadas pela Pantone em 2012….

Perceberam como tudo está interligado?

Apesar do anúncio que a cor tendência do ano é a Emerald Green Green 17-5641 (Verde Esmeralda), tem quem discorde.

A empresa deu muitas justificativas pela escolha da cor incluindo que transmite sensação de rejuvenescimento, renovação além de outros conceitos. (Vocês podem ler o texto da Pantone na integra aqui. Obs.: Está em inglês.).
A Pantone é responsável pelo padrão de cores que é usada por profissionais de diversas áreas.

Alguns profissionais torceram o nariz para a afirmação. Teve quem falasse que não pensava nos seus trabalhos com essa cor.

 

A Colour Future da Coral Tintas elegeu a cor Índigo. Já a sua concorrente Suvinil foi mais democrática e trouxe paletas bem interessantes. A empresa mostra alguns exemplos de aplicação das cores não só para as paredes, mas para a decoração dos ambientes.

Na minha reflexão acho que vamos ter um ano bem interessante e bem criativo com relação às cores.

 

Alguns não refletirão nenhum pouco. Vi muitos trabalhos que não diziam absolutamente nada. Eram somente cores num papel, pois todos estavam usando.

Essas cores são escolhidas a cada ano por um motivo. Assim como nós estudamos e pesquisamos para criar conceitos, essas empresas também o fazem.

Mas a sugestão feita não significa que devemos ignorar o que sabemos e as inúmeras possibilidades.

O mais importante é saber exatamente o que você ou seu cliente quer expressar e como aplicar. Se o conjunto de valores estiver certo, tudo bem conceituado, então terá sucesso no projeto.

 

 

via.Des1gn'on
A Tendência de Cores de 2013

Parceiros:

ABED - Associação Brasileira de Educação a Distância Revista O ABC da comunicação Blog Des1gnon
Verticall Tecnologia